You are currently viewing Xiaomi Brasil anuncia 4 smartphones Redmi novos

A fabricante chinesa Xiaomi lançou oficialmente hoje no país seus novos smartphones da linha Redmi. O evento presencial no Espaço das Américas, em São Paulo, também teve transmissão ao vivo pelo twitter oficial da marca, o @XiaomiBrasil.

O gerente de marketing Thiago Araripe chegou a sortear dois smartphones para a plateia. Bom, pela estratégia da companhia de vender por diversos canais chineses, já era possível comprar os novos aparelhos por aqui e a configuração não era exatamente uma novidade. Mas foi legal ouvir pelo canal oficial. O destaque do evento foi o desconto de mil reais no Redmi Note 11 de 128 GB. Ele sai por R$ 1599,00, por tempo limitado, pelos canais: e-commerce mibrasil.com.br, lojas Xiaomi Store e parceiros Magazine Luiza e Casas Bahia.

O Redmi Note 11 está posicionado na categoria de intermediário (intermediário premium segundo o interlocutor), mas tem alguns detalhes que são legais pelo preço, outros nem tanto. A versão de 128 GB de armazenamento e 4GB de RAM, vem com processador de oito núcleos Qualcomm Snapdragon 680 (arquitetura de 64 bits e 6 nanômetros), tela de 6,43 polegadas com tecnologia AMOLED de 90 Hertz. Proteção Corning Gorilla 3 – um pouco defasada, dado que a tecnologia de proteção é de 2013.

O espaço de cor é o padrão DCI-P3. Excelente para fidelidade. Na memória RAM um truque antigo da computação, mas pouco ou não aplicado no mundo dos smartphones. Alocação de espaço de armazenamento para complementar a memória. Então se você comprar um smartphone de 4 GB de RAM, ele pode alocar mais 2 GB de armazenamento para usar como memória volátil (na prática aumentando sua capacidade).

Veja também:

O mesmo recurso está disponível para as versões de 6 GB e 8 GB de RAM. A bateria de 5000 mAH com carregamento rápido fica cheia em 61 minutos(vem com carregador de 33W, USB tipo C). Tem duas saídas de som. E um “dust blaster”, recurso para tirar a sujeira do falante.

De conectividade, tem um dual SIM 4G mais micro SD. Infelizmente nada de 5G nos intermediários por enquanto. Vem com Wi-Fi 802.11 ac e Bluetooth 5.0. O conjunto de câmeras traseiras contam com uma de 50 megapixels, uma de 8MP ultra wide, 2 MP macro e uma de 2 MP para profundidade de campo. O zoom é o padrão há algum tempo, de 10x. A selfie frontal é de 13 MP.

O flagship da marca (ao menos por aqui), o Note 11 Pro 5G vem com configuração caprichada. Processador Snapdragon 695, lançado em Outubro do ano passado pela Qualcomm. Possui 2 núcleos Kryo 660 Gold (Cortex-A78) a 2200 MHz e 6 núcleos Kryo 660 Silver (Cortex-A55) a 1700 MHz.

É um monstro de performance, mas ainda longe do Snapdragon 8 Gen 1 que deve chegar em Maio no mercado. A tela de 6,67 polegadas com AMOLED tem taxa de atualização 120 Hz. Proteção um pouco melhor. O Corning Gorilla Glass 5. Mas peca na proteção IP53 (os concorrentes tem IP67 pelo menos).

O conjunto de câmeras é curioso. 108 MP, uma de 8MP para ultra wide e 2 MP para macro. Parece que a de 108 MP ocupou mais espaço que deveria, para justificar a saída do 2MP de profundidade. A selfie tem 16 MP. Memória RAM de 6GB e 128 GB de armazenamento completam o pacote.

Na conectividade o esperado dual SIM 5G mais micro SD. Rede sem fios Wi-Fi 802.11 ac, NFC (pagamento por proximidade utilíssimo para não encostar o dedinho nas máquinas, mas inseguro se você moscar), suporte a OTG (on the go). A bateria tem a mesma capacidade do 11: 5000 mAh. Mas o carregador é mais parrudo. São 67W e 42 minutos para encher o tanque (ou apenas 15 minutos para sair do sufoco, ou seja 50% de carga).

Seguem os preços da loja oficial. Olhando em perspectiva o 11 parece ser um bom custo benefício, embora haja no mercado outras opções boas.

Redmi Note 11 128GB – R$ 1599,00
Redmi Note 11S 128GB – R$ 2759,99
Redmi Note 11 Pro 128GB – R$ 3127,99
Redmi Note 11 Pro 5G 128GB – R$ 3679,99

5 1 vote
Article Rating
Inscreva-se
notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments