Moto Z Play traz bateria de sobra e ótimo desempenho

O Moto Z play é uma versão com preço menor do que o Moto Z. O preço gira em torno R$ 1.800 e para ajudar, aqui está uma lista por ordem de preço do site Buscapé

Desempenho do Moto Z Play

O Moto Z play utiliza um processador intermediário, o Snapdragon 625 e o Moto Z utiliza o Snapdragon 820, que é o topo de linha até a data deste review. Mas é bom deixar claro que o desempenho do Moto Z play vai deixar você rodar qualquer aplicativo, mesmo os jogos mais pesados.

Particularmente sou fã do processador Snapdragon 625 porque apresenta um ótimo custo benefício. Tem 8 núcleos, trabalha a 2 GHz, uma frequência tão rápida quanto a do Moto Z e aquece bem pouco quanto submetido a tarefas pesadas, como jogos. Foi um processador muito bem construído pela Qualcomm e não deixa o usuário na mão.

A memória RAM do é de 3 GB e o armazenamento interno é de 32 GB, com expansão até mais 256 GB por meio de cartão micro SD. É possível instalar o micro SD e mais dois chips de telefonia. Isso é um ponto positivo, pois muitos fabricantes não possuem esse espaço, obrigando o usuário a escolher entre usar dois chips ou um chip e o cartão micro SD.

A tela do Moto Z Play

O aparelho tem 5,5 polegadas de tela com resolução full HD e tecnologia Super Amoled. É o tamanho padrão para a linha Z, pois ela utiliza vários snaps que podem ser acoplados ao telefone. A Motorola/Lenovo informou que esse tamanho foi o ideal encontrado durante as pesquisas para que o usuário tivesse a melhor experiência de usabilidade junto com os snaps, além de oferecer conforto visual tanto para ler, ver fotos e assistir filmes.

Quanto à experiência de uso, foi ótima. A resolução full HD (1920 x 1080 pontos) foi suficiente para assistir vídeos e ver fotos com conforto, além de cores vivas e alto contraste. O ponto alto da tela é a tecnologia super Amoled, que oferece a alta escala de cores e contraste. Fica a dica: se quiser conforto máximo de visual, busque por smartphones que usem essa tecnologia na tela.

A câmera do Moto Z Play

A câmera principal utiliza sensor de 16 megapixels e abertura focal de f/2.0. As fotos são ótimas em ambientes com muita luz. Em ambientes com baixa luz, a abertura focal não ajudou e as fotos ficam apenas regulares. A câmera principal faz vídeos na resolução 4K, porém não tem estabilização óptica. Claro que também faz vídeos em Full HD (1080p). A câmera frontal faz fotos em 5 megapixels e também há um flash. A abertura focal dessa câmera é de f/2.2. Já que essa abertura é pequena, o flash frontal ajuda muito para tirar selfies em ambientes escuros.

Galeria com fotos de paisagens, retratos e macro

A bateria do Moto Z Play

Esse é um ponto muito forte do Moto Z Play. A bateria do Moto Z Play tem uma generosa capacidade de 3.510 mAh. Na prática o Moto Z Play provou que tem energia de sobra para utilizar diversos aplicativos e não nos deixar na mão. Fiz dois testes.

O primeiro foi usar intensamente os recursos do aparelho. Usei o maps em percurso de 10 km, naveguei na internet, assisti vídeos no Youtube, joguei, usei Bluetooth pareando com fone de ouvido e, claro, fiz também uso comum do cotidiano, acessando meus e-mails, facebook, instagram e realizando algumas chamadas. usei a câmera para fazer umas 20 fotos e 3 vídeos em full HD de 5 minutos cada um. Nessas condições a bateria durou 14 horas e 40 minutos. Nada mal para uso intenso.

No segundo teste usei moderamente o Moto Z Play, apenas com acesso a e-mails, verificar e postar no facebook e instagram casualmente e fazer algumas chamadas. Neste caso a bateria manteve a carga por 32 horas sem precisar de uma tomada. Portanto, é possível usar o Moto Z Play durante o dia sem se preocupar com a bateria, mesmo com uso intenso.

O carregador também vale ser citado. Chamado pela Motorola de turbo-charger, ele consegue carregar o Moto Z play de 0 a 100% em 1 hora. Com 15 minutos de carga é possível manter 6 horas de conversação.

O sistema operacional customizado do Moto Z

Durante o tempo que fiquei com o aparelho para testes, acabei recebendo o Android 7.0 (Nougat). Foi bem interessante verificar a interface limpa e fluida, além de poder instalar os aplicativos, fotos e vídeos no cartão micro SD. A versão 6.0 (Marshmallow) já oferecia esse recurso, porém era confuso: as fotos e e vídeos eram transferidas sem problemas para o cartão micro SD, mas quanto aos aplicativos, somente alguns podiam ser transferidos e, mesmo assim, iam apenas os dados.

Enfim, a gente não consegue saber o que realmente vai para o cartão. Na versão 7.0 este recurso está bem mais transparente, pois você pode transferir quase todos os aplicativos (somente os de sistema não podem e aqueles que acessam diretamente o sistema) e também são transferidos totalmente.

Screenshot_20160819-080031
tela do Moto ações

Além disso, o Moto Z Play herdou o Moto ações dos irmãos mais velhos, como o Moto G4 e Moto G3. São funções bem legais, como girar o punho para esquerda e direita para acionar a câmera principal. Se girarmos o punho novamente, ele acessa a câmera frontal. Para ligar a lanterna, basta sacudir o aparelho para cima e para baixo. Ao repetir esse movimento, a lanterna desliga. Para silenciar o telefone, basta deixa-lo com a tela para baixo. Bem útil para reuniões e acesso rápido a funções que usamos bastante.

Os módulos de Snap para o Moto Z Play

Assim como o Moto Z, é possível instalar snaps no Moto Z Play para aumentar os recursos dele. Nesse link você pode conhecer todos os snaps e abaixo você tem a lista com os preços:

  • Caixa de som – JBL Soundbooster: R$ 699,00
  • Projetor – Moto Insta-share: R$ 1.499,00
  • Bateria extra: Incipio Offgrid: R$ 399,00
  • Zoom para câmera – Hasselblad True Zoom: R$ 1.499,00

Como é possível perceber, os snaps são um tanto caros, talvez o principal ponto negativo da linha Z da Motorola. Clique aqui e conheça todos os detalhes dos snaps.

Conclusão, pontos fortes e fracos do Moto Z Play

O Moto Z Play oferece ótima relação entre custo e benefício. É um aparelho robusto e tem muitos pontos positivos como a tela, a carga rápida, o conector USB-C (que não é o mesmo conector de fone de ouvido como no Moto Z), uma bateria que dura muito e um ótimo desempenho, só sofrendo um pouco com jogos muito pesados. A câmera não impressionou, mas é possível tirar ótimas fotos em ambientes externos. A solução de snaps é genial, pois adiciona recursos ao smartphone sem perder a portabilidade. Pena que sejam caros.

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
800
  Inscreva-se  
notificar: