Startup cria plataforma para diagnosticar autismo precocemente

O diagnóstico do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) pode levar anos e adiar tratamentos necessários para crianças, adolescentes ou adultos.

Para agilizar o diagnóstico, a Startup CogniSigns, de Santa Catarina, está trabalhando em uma solução tecnológica para ajudar pais, responsáveis e profissionais de saúde e educação a identificar possíveis sinais. E a solução é simples e pode ser acessada por smartphone, notebook e tablet.

Importante dizer que a CogniSigns tem aporte do Samsung Creative Startups, um programa nacional de aceleração de startups.

No Creative Startups, está em desenvolvimento a V.E.R.A. (Virtual Empathic Robot Assistant, que significa Assistente Virtual de Robô Empático, em inglês).

Como funciona a plataforma V.E.R.A.

Trata-se de uma plataforma baseada em neurociência e inteligência artificial capaz de identificar tanto sinais de TEA quanto comportamentos indicadores de Superdotação.

Veja também:

Primeiro é realizado um pré-diagnóstico online e gratuito, no qual tanto quem está sendo examinado quanto familiares ou responsáveis conversam com a assistente, como em uma rede social.

Eles respondem a questionários baseados em protocolos internacionais de saúde e adaptados à idade e características do examinado. No início do questionário há um termo de consentimento a ser aceito, informando sobre dados coletados, tratados e armazenados. Com base nas respostas, o resultado da possibilidade de autismo é enviado automaticamente.

Sistema de diagnóstico precoce de autismo. Startup Cognisigns
Ilustração da V.E.R.A., assistente virtual da startup CogniSigns | Imagem: CogniSigns

Na sequência, é oferecida uma segunda etapa de triagem, chamada de “V.E.R.A. Foco Atencional”. Trata-se de um processo de reconhecimento de expressões faciais e rastreamento ocular e que apoia com dados o diagnóstico de TEA ou Superdotação. Caso o examinado demonstre reações comportamentais específicas, é gerado um alerta.

É solicitada a liberação de uso da câmera, informando que nenhum dado de imagem ou som é armazenado, apenas o movimento ocular. Depois, é exibido um vídeo de aproximadamente dois minutos e o software usa a câmera do dispositivo como um rastreador ocular.

Em seguida gera um mapa de calor, indicando visualmente o direcionamento do olhar para os pontos de maior atenção visual. A partir dessa análise, é disponibilizado um relatório de orientação para auxiliar os profissionais de saúde no diagnóstico e avaliação da evolução do paciente durante o tratamento.

Diagnóstico do TEA é feito com mais agilidade

“Estamos desenvolvendo no Samsung Creative Startups um aprimoramento dessa ferramenta de rastreio de TEA e Superdotação, que diminui muito o tempo do diagnóstico. Além disso, oferece um ganho muito importante para que o tratamento mais apropriado ocorra o quanto antes.

A V.E.R.A. altera a dinâmica do diagnóstico, já que pode ir até a sociedade em vez de, como ocorre tradicionalmente, ser necessário esperar que o paciente descubra que necessita de ajuda especializada e vá até o consultório. É uma alternativa de rastreio populacional mais efetivo”, informa Andressa Roveda, CSO da CogniSigns.

Apenas 0,15% de autistas são assistidos no Brasil

Leandro Mattos, CEO da CogniSigns, declarou que “no Brasil, segundo a Associação de Amigos do Autista (AMA), apenas 0,15% dos autistas são assistidos. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), somente 0,04% dos brasileiros superdotados foram identificados”.

“Nossa missão é mudar esse quadro para melhor e, agora, contando com o Samsung Creative Startups, estamos ampliando nossa capacidade de ajudar pais, escolas, empresas e governos. Assim conseguiremos e criar um mundo melhor para autistas e superdotados”.

Paulo Quirino, Coordenador Nacional do Programa Creative Startups na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung, explicou que “O Samsung Creative Startups tem como propósito promover e acelerar soluções para o dia a dia por meio da tecnologia, exatamente como a CogniSigns realiza.”

“A V.E.R.A é uma solução digital que democratiza o acesso e interfere diretamente no aumento da qualidade de vida de toda a família de quem pode ser diagnosticado com TEA e/ou Superdotação, além da chance de começar cada vez mais cedo um importante processo de inclusão social, a partir de estratégias adequadas e assertivas de profissionais adequados”, conclui Paulo.

Sobre o Samsung Creative Startups

A CogniSigns é uma das 14 startups selecionadas para o Batch#5 do Samsung Creative Startups. Ela já recebeu vários prêmios, inclusive um internacional, como mostra essa reportagem.

As outras empresas são de sete cidades diferentes (Manaus/AM, Florianópolis/SC, Londrina/PR, São Paulo/SP, Campinas/SP, São Caetano do Sul/SP e Itajubá/MG), contemplando áreas como educação, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, saúde e segurança. Desde a primeira edição do programa, em 2016, 45 startups foram aceleradas.

As empresas selecionadas para participar do Creative Startups contam com um pacote de serviços e conveniências, que inclui acesso a ativos, tecnologias, laboratórios de P&D (Pesquisa e desenvolvimento), treinamentos, assessorias, mentorias, networking e redes de investidores.

Além disso, ainda é fornecida infraestrutura, serviços tradicionalmente oferecidos pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e sua rede de incubadoras, aceleradoras e parques tecnológicos e até R$ 200 mil, livres de equity, para serem investidos no desenvolvimento e aprimoramento dos produtos e serviços apresentados, conforme regras previstas pela Lei da Informática.

O programa ampliou seu alcance e investimento da empresa na edição atual, que tem encerramento previsto para o segundo semestre deste ano. Durante o período de isolamento social, as atividades presenciais passaram a ser virtuais, sem nenhum prejuízo para os participantes.

Mas a digitalização não foi uma completa novidade, pois a iniciativa já realizava 80% de sua programação online, como uma medida para atender startups de diversas regiões do Brasil.

5 2 votes
Article Rating
Inscreva-se
notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments