https://cafecomreview.com.br
Quantum Muv Up é eficiente para aplicações cotidianas

O Quantum Muv Up é o novo integrante da família de smartphones Muv, trazida pela Quantum. Este smartphone tem desempenho intermediário trazendo processador MediaTek MT6753, um octa-core que trabalha a 1,3 GHz. A memória é de 3 GB e o armazeanento interno é de 32 GB, com possibilidade de expandir até mais 128 GB por meio de cartão micro SD. Acompanhe o teste abaixo e saiba do que ele é capaz.

Quantum Muv Up – Design e acabamento

O Muv Up chama a atenção visualmente pelo acabamento fosco na traseira. E não é apenas fosco; a tampa traseira tem textura um pouco áspera, o que é bastante interessante para não escorregar da mão.

clique nas imagens abaixo para ampliar e ler a descrição

Os botões de volume e de liga/desliga ficam ambos no lado direito, o que, em minha opinião é bom, pois ficam em posição confortável para acessar com o dedo polegar.

Ele tem o tradicional formato curvo nas bordas laterais que ajudam bastante na ergonomia tanto na pegada quanto para levar no bolso.

Quantum Muv Up – Tela

O Muv Up tem uma tela grande de 5,5 polegadas, com resolução HD (1280 x 720). Isso decepcionou um pouco, já que esse tamanho de tela pode suportar muito bem a definição full HD (1920 x 1080). Talvez a decisão tenha sido por economizar e atingir um preço final mais acessível.

Fica aqui uma observação: há uma área abaixo da tela que não tem botões e serviu apenas para escrever a marca Quantum. Entendo que há componentes e peças que precisavam de espaço, como o microfone  e até mesmo os flat cables que levam a informação dos circuitos para a tela.

Mas a engenharia de hoje em dia já poderia ter resolvido isso. E assim teríamos um Muv Up com dimensão menor e ainda assim com tela grande.

Qualidade da tela do Quantum Muv Up

Quantum Muv Up – Desempenho

O conjunto dessa CPU mais a memória de 3 GB mostrou que o Quantum Muv Up pode executar aplicativos pesados, mesmo jogos como, por exemplo, Game of Thrones, Lone Wolf e Bully. A única ressalva aqui é quanto a demora para carregar jogos pesados.

Aplicativos como maps, carregou os mapas rapidamente, sem dar lags, o que ajuda muito nessa aplicação, pois é irritante quando um mapa demora a carregar e você precisa dessa ajuda para se locomover.

Sempre gosto de testar o desempenho de smartphones intermediários com o mapas, pois é uma das aplicações mais utilizadas por qualquer pessoa. E todos sabemos que se o mapa falhar, temos vontada de jogar o celular pela janela do carro. E por isso gosto de deixar claro se funciona bem, o que foi o caso do Quantum Muv Up.

No desempenho geral, algumas “engasgadas” aconteceram durante o uso, como, por exemplo, quando havia muitos aplicativos abertos e eu queria alternar entre eles. Não foi nada grave, mas sim um susto, porque dava a impressão de que iria travar. Com o jogo Game of Thrones também ocorreu isso e, de novo, não travou. Apesar de não ser grave, é um pouco incômodo ter essas “brecadinhas”. Talvez seja porque é um jogo muito pesado para o hardware do Muv Up.

Mas também é preciso dizer que aplicações do cotidiano, como e-mails, google chrome, whats app e outras, além de jogos casuais, rodam muito bem no Muv Up.

O sistema instalado é o Android 7.0 (nougat) sem muitas customizações. Talvez isso tenha ajudado as aplicações rodarem fluidamente.

Quantum Muv Up – Câmeras

A câmera principal do Muv Up tem 13 MP de resolução e abertura de f/2.0. A resolução grande ajuda na definição das fotos, mas a abertura de 2.0 funciona bem em ambientes com bastante luz, mas a qualidade cai significativamente quando a luz é baixa. É uma câmera para boas fotos em paisagens, ao ar livre e ambientes com muita luz. Enfim, uma câmera boa para fotos no modo automático.

A Quantum investiu na câmera frontal, para que os selfies saiam os melhores possíveis. Ela também tem 13 MP e ainda possui flash. Eu sempre achei flash frontal desnecessário, pois para tirar selfie o telefone sempre fica mais próximo do rosto e o flash “estourando” na sua cara pode fazer você parecer um fantasma. De qualquer forma, as selfies sem flash saem muito boas. Abaixo segue uma galeria das fotos feitas com a câmera traseira e frontal.

Galeria de fotos feitas pelo Quantum Muv Up

Clique nas imagens para ampliar

Quantum Muv Up – conectividade

O Muv Up aceita redes até 4G e é possível usar dois chips de telefonia. Como o Muv Up não usa slot (aquela gavetinha), é possível usar os dois chips e mais um cartão micro SD, como mostra a foto.

O Wi-Fi e Bluetooth funcionaram como o esperado, não há NFC, porém o Muv Up conta com sensor de impressão digital. Particularmente gosto desse sistema de segurança porque é muito prático. E no caso desse smartphone o sensor funcionou muito bem, reconhecendo a digital rapidamente e também desbloqueando o sistema de forma rápida.

Quantum Muv Up – bateria

A capacidade de bateria do Muv Up é de 3.000 mAh. É um valor alto para um smartphone de médio desempenho e por isso eu esperava uma ótima autonomia. Mas mesmo depois de semanas testando, o smarpthone provou que isso foi suficiente para apenas um dia comum de trabalho.

Realizei dois testes de bateria, como sempre faço em meus reviews de smartphones. O primeiro é de uso cotidiano: durante o dia alternei entre o Wi-Fi e pela rede 4G acessando redes sociais e assistindo a vídeos curtos que somavam 10 minutos. Usei o GPS por 15 minutos, acessei e-mails e tirei 10 fotos. Fiz 10 minutos de chamadas telefônicas e nesse perfil a bateria bateu a marca de 12 horas e 20 minutos.

O segundo teste exige mais do aparelho: usei mais a câmera, fazendo 30 fotos e vídeos que somaram 8 minutos. Usei também jogos e deixei vídeos do Youtube rodando no Wi-Fi por 60 minutos. Acessei também redes sociais e e-mails. E nesse perfil a bateria levou 9 horas e 10 minutos para descarregar.

Não são tempos extraordinários para uma bateria de 3.000 mAh e um aparelho de configuração média. Porém, é possível usar o Muv Up durante o dia sem precisar do carregador no meio da tarde.

Conclusão

O Quantum Muv Up é um aparelho de configuração média que se mostrou eficiente para o uso de aplicativos cotidianos de forma fluida, sem mostrar lentidão ou travamentos. Apesar da tela não ser full HD (poderia ser já que tem 5,5 polegadas e seria bem aproveitado esse tamanho), a qualidade das imagens de filmes e vídeos do Youtube são muito boas e garante o entretenimento. O mesmo vale para jogos.

A câmera só “pisou na bola” na lentidão quando muda de cena; ao mudar a intensidade da luz, ela demora para encontrar o foco e isso pode fazer o momento da foto se perder. Por isso a conclusão dessa parte é que a câmera do Muv Up não é para entusiastas de fotografia. Se você quer tirar boas fotos com ela, vai ter que usa-la em ambientes com muita luz e com o assunto (pessoas ou objetos) parados.

A bateria dura um dia de trabalho comum longe da tomada, mas demora muito para carregar. Levou 100 minutos para carregar de 10% a carga total. Por fim, vale citar o desbloqueio por impressão digital, que se mostrou eficiente nos testes para desbloquear o celular rapidamente.

Deixe um comentário

avatar
800
  Subscribe  
notificar:
Fechar Menu