Nokia 5.3 é anunciado no Brasil e com fabricação local

A HMD Global anuncia hoje, no Brasil, o lançamento do smartphone Nokia 5.3, primeiro aparelho da empresa a ser fabricado no país. Ele tem câmera quádrupla, 128 GB de armazenamento, plataforma móvel Snapdragon 665 e bateria com duração de até dois dias de uso.

O smartphone chega ao país pelo preço sugerido de R$ 1.899,00 e está disponível por venda direta no site Nokia.com.br e nas principais varejistas online.

Exemplos de lojas onde pode ser encontrado: Americanas.com, Magazine Luiza, Casas Bahia, Pontofrio, Pernambucanas, Carrefour, Mercado Livre e Amazon.

Nokia 5.3 é fabricado no Brasil

O Nokia 5.3 marca o início da fabricação local após o retorno dos celulares Nokia ao Brasil – que ocorreu em maio deste ano com o lançamento do Nokia 2.3.

Isso reforça a importância do mercado brasileiro para a HMD Global e o foco em trazer uma nova perspectiva para o segmento intermediário no país, um dos que mais crescem no mundo.

“O lançamento do Nokia 5.3 é um grande passo em nossa jornada pelo Brasil, já que é nosso primeiro aparelho fabricado localmente.

Smartphone Nokia 5.3
Nokia 5.3: 128 GB de armazenamento e quad-câmera

O Brasil é um dos mercados prioritários para a HMD Global e onde seguiremos concentrando nossos esforços – especialmente depois da rodada de investimento que tivemos recentemente”, afirma afirma Maurizio Angelone, Vice-Presidente da HMD para a América Latina.

Nokia 5.3: especificações

O smartphone Nokia 5.3 é um modelo intermediário. Ele está munido com um processador da Qualcomm, o Snapdragon 665.

Smartphone Nokia 5.3
Smartphone Nokia 5.3 lançado no Brasil

A memória é de 4 GB e o armazenamento interno é de 128 GB (diga-se de passagem, uma capacidade bem interessante por ser um smartphone intermediário).

Além disso, o armazenamento pode ser expandido para mais 512 GB por meio de um cartão micro SD.

As câmeras do Nokia 5.3

O smartphone traz quatro câmeras traseiras. A principal tem resolução de 13 MP (megapixels) com abertura focal de f/1.8. Essa abertura permite tirar fotos nítidas mesmo em ambientes com baixa iluminação.

Veja também:

A outra lente, uma ultra-wide, tira fotos de até 118º, onde mais elementos podem ser capturados, como paisagens e fotos em grupo. Ainda há a lente macro de 2 MP para tirar fotos de detalhes e uma de profundidade, de 2 MP para tirar fotos com efeito de desfoque.

A câmera frontal tem 8 MP e abertura f/2.0 e está abrigada na tela com entalhe em formato de gota. Assim como muitos intermediários, o Nokia 5.3 também traz inteligência artificial na câmera. Assim é possível que a câmera identifique o assunto e ajuste os parâmetros para tirar a melhor foto.

A tela de 6,55” usa tecnologia IPS LCD com resolução de 720 x 1600 pixels. A taxa de proporção é de 20:9, o que permite assistir a filmes e acessar aplicativos em escala maior.

A bateria tem capacidade de 4.000 mAh, seguindo a tendência de baterias de longa duração. Segundo a Nokia, é possível usar o smartphone até dois dias sem carregar. Mas, claro, depende da intensidade das aplicações utilizadas.

O Nokia 5.3 está disponível nas cores verde ciano e cinza. O aparelho vem com Android 10 e tem garantia de até dois anos de atualizações do Android e até três anos de atualizações mensais de segurança.

O Android puro oferece uma experiência de software com uma interface simplificada e sem bloatware, que são aplicativos ou serviços
pré-instalados em dispositivos. Além disso, conta com um botão dedicado do Google Assistente.

Primeira parceria da Nokia com uma operadora Brasileira

Além da loja Nokia e varejistas online, o Nokia 5.3 também está disponível pela operadora Claro. Isso representa a primeira parceria da HMD Global com uma operadora no país.

Segundo Junior Favaro, diretor de marketing e vendas da HMD Global no Brasil, “a Claro foi escolhida pelo pioneirismo, suporte e vanguarda em tecnologias móveis. Isso nos deixa tranquilos e confiantes para atender os fãs da marca Nokia no país”.

5 1 vote
Article Rating
Inscreva-se
notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments